terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Repórter demitido do "CQC" solta o verbo: "Fácil fingir que não existi"

Ronald Rios desabafou em seu perfil nas redes sociais sobre demissão e sobre a ausência de uma reportagem sua no "CQC"

O repórter do "CQC", Ronald Rios, soltou o verbo contra o programa e a TV Bandeirantes em seus perfis nas redes sociais, nesta segunda-feira (29). Rios é mais uma das baixas da atração, que começa 2015 sem Marcelo TasOscar Filho e Felipe Andreoli.
Segundo ele, a edição do programa deixou de fora uma reportagem que ele realizou na Faixa de Gaza durante o conflito entre israelenses e palestinos. 
Ronald Rios durante reportagem realizada em Gaza para o CQC
"Estou puto da vida. Hoje (segunda, 29) tem especial dos melhores momentos do ano no 'CQC' e a Band deletou dele 'A matéria de Gaza. Eles reescrevem o passado.' É foda admitir que me mandaram embora depois de eu ter feito isso por vocês. Mais fácil fingir que eu não existi", escreveu ele no Twitter.
Rios ainda acrescentou em seu perfil no Instagram: "Isso não se faz. Fizemos um grande trabalho e arriscamos nossas vidas. Mas aí: não passar a matéria não significa nada. O povo viu. E está na internet até a Terra explodir".

Fonte: IG

Observação por Lina Silva:
A matéria da faixa de Gaza foi uma das melhores do ANO. Como o CQC e a BAND foram capazes de tamanha desconsideração?? :( 
Isso não se faz!! Ronald Rios tem toda a razão pra ficar furioso, frustado e decepcionado. 
Pq invés de mostrar matéria de quantos repórteres do CQC o Amin beijou, ou qual ''dos Lucas'' a mulherada escolhia, eles não colocaram matérias q valeram a pena?? 
A matéria da faixa de Gaza, o Proteste q falou das mortes de bebês, um espaço decente pra Cadeia de Favores... cadê? 
CQC já fez um Especial dos Melhores Momentos bem melhor q o deste ano.


quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Despedida de Marcelo Tas do "CQC" tem provocação, selinho e choro

Marcelo Tas se despediu do "CQC" nessa segunda (22) com selinho, choro e adeus de outros integrantes

Marco Luque se emocionou com a despedida de Marcelo Tas nesta segunda-feira (22)
Marcelo Tas se despediu do "CQC" no último programa de 2014, nessa segunda (22). A atração da Band irá sofrer outras baixas em 2015, como Oscar Filho eFelipe Andreoli.
Felipe Andreoli também disse adeus à atração: 'Quero me despedir de um grande repórter, o Andreoli. Bonitinho, a gente ama esse sujeito'.
O adeus teve choro, provocações e até selinho. "Quero agradecer a todo mundo da Band nesses 7 anos incríveis. Um programa de TV é feito assim, por muita gente ralando. Agradeço do fundo do coração a todos que fazem esse programa. Sobretudo, agradeço a você que acompanha o programa. Pessoal, eles estão a solta e nós vamos continuar correndo atrás onde quer que a gente esteja", falou Tas, citando o bordão do programa.
''Queria agradecer ao Marcos Luque'', disse Tas (Citando seu nome verdadeiro. O IG disse que Tas trocou o nome dele, mas não. Pra quem não sabe o nome do Marco Luque é Marcos Luque Martins)

O âncora também tirou a gravata para dar de presente para o funcionário que não deixou de participar de um único programa desde a estreia. 
Fonte: IG

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Marcelo Tas cometa sobre os planos após deixar a bancada do CQC

Após anunciar sua saída do comando do programa CQC, da Band, Marcelo Tas concedeu uma entrevista para a colunista Patrícia Kogut, do O Globo, e falou sobre os planos para o futuro. Entre eles está resgatar o personagem Ernesto Varela, seu repórter de mentira.
Sobre sua passagem pelo CQC, Marcelo confessou que só tirou boas experiências.
“O saldo é muito positivo. Curiosamente, o CQC me possibilitou reinventar minha trajetória com uma mistura de jornalismo e humor que foi a mesma usada por mim e pelo (diretor) Fernando Meirelles na criação do repórter Ernesto Varela, meu primeiro trabalho na TV, nos anos 1980 (ele e Meirelles faziam parte da produtora Olhar Eletrônico). O encontro com a Band e os argentinos (criadores do programa CQC) nos anos 2000 ampliou a plataforma para a criatividade e o sucesso comercial, sou grato a ambos por isso. Pode-se e deve-se criticar o programa, mas é inegável sua influência no humor, no telejornalismo e até na publicidade no Brasil. Sem contar a nova safra de talentos inegáveis revelados pelo CQC”.
Com relação ao motivo pelo qual resolveu sair e as brigas de bastidores com outros integrantes, Tas afirma que não há magoas.
“No último ano, a necessária renovação permanente encontrou os limites da rigidez do formato argentino. Senti que era a hora de passar o bastão por não ter como colaborar de forma relevante para a evolução do projeto dentro desse cenário. O que aconteceu foi o que se passa com os casamentos longos. Houve, em sete anos, crises e discussões. Estou aqui falando de Rafinha (Bastos), Monica (Iozzi), Danilo (Gentili) e dos outros que ficaram mais tempo no programa comigo. Mas todas elas foram resolvidas na hora, com boas conversas. Não há mágoas”.
Além disso, Marcelo afirma que está criando o Varela Upload, fazendo a história do repórter virar site e DVD.
“O nome do projeto é Varela Upload porque descobri que upload, que significa publicar informação na era da internet, é uma palavra surgida no mesmo ano do Varela: 1983! Mais de 30 anos depois, o acervo será recuperado e publicado graças a essa tecnologia. O principal parceiro é o Instituto Itaú Cultural, onde acontecerão exposição, mostra e debates, no segundo semestre do ano que vem. Também será editado um DVD pelo Instituto Moreira Salles”.
Tas também está focado para iniciar o projeto de um jogo em 2015.
“Começo 2015 com a criação de um game chamado Humano, para o futuro Museu do Amanhã, no Rio; e o lançamento do Tasômetro, plataforma de conteúdo em que vou interagir com estudantes para tentar entender temas complexos da realidade numa linguagem mais simples”.
Fonte: Terra

Após saída do ‘CQC’, Marcelo Tas deixa a Band

Marcelo Tas: projeto na TV a cabo e na internet
Apesar de convidado para projetos na emissora após a saída do "CQC", Marcelo Tas e Band não chegaram a um acordo e resolveram não renovar contrato amigavelmente. A reunião entre as partes ocorreu no final da última semana. A partir do dia 1 de janeiro o apresentador estará livre para negociar com outros canais. Sabe-se que, atualmente, seu nome desperta interesse no SBT.
Enquanto não fechar com a TV aberta, Tas seguirá com um programa infantil no Cartoon Network e projetos para a internet.
Além do apresentador deixam a Band no fim deste ano Dani Calabresa, Oscar Filho, Ronald Rios e Guga Noblat.
Fonte: R7

Marcelo Tas se despede do CQC: "me sentindo grato e animado"

Dan Stulbalch assume a bancada do programa no lugar de Tas a partir de 2015


 Na noite desta segunda-feira (22), Marcelo Tas apresenta pela
última vez o CQCatração da Band que comanda desde 2008.
Em seu perfil no Instagram, ele postou uma frase sobre 
este momento da carreira. "Hoje é meu último CQC ao 
vivo do ano e da vida. Me sentindo grato e animado para 
a tarefa #BomDia."

Com a saída de Tas, o ator e apresentador Dan Stulbalch passa
 a integrar a bancada do programa. 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Fora do CQC, Marcelo Tas vai liderar superprodução na Band

Novo programa que jornalista irá apresentar será uma superprodução de apenas quatro episódios

Após a saída do Custe o Que Custar (CQC), o novo programa que Marcelo Tas comandará na Band será uma superprodução de apenas quatro episódios. O novo projeto, que estreia em 2015, contará com uma mistura de documentário e dramaturgia, mostrando importantes momentos da história do Brasil.


Com o título provisório de 'A História Não Escrita', o projeto é um formato da Cuatro Cabezas, criadora do CQC, do qual Tas se despede no final de dezembro. O programa já foi produzido na Argentina e mostrou três fases da história do país, entre 1806 de 1943, com personagens famosos como Evita e Juan Domingo Perón.
A ideia é fazer o mesmo no Brasil, mostrando os fatos e os pensamentos que moldaram o país. Segundo Diego Guebel, diretor de Conteúdo da Band e fundador da Cuatro Cabezas - hoje Eyworks, uma empresa filiada à Warner -, Tas será o apresentador da série e dará um toque de humor à produção.
De acordo com o trailer e o catálogo oficial, 'A História Não Escrita' é essencialmente entretenimento, uma mistura de "ficção, drama, documentário e ironia". Para contar a história do país de uma forma que seduza a audiência, serão feitas reconstituições com atores profissionais e usados recursos de animação. A Conspiração, uma das maiores produtoras independentes do país, deverá ser parceira da Band no projeto.
Fonte: Correio 24horas

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Marcelo Tas fala sobre despedida do "CQC": "É uma angústia enorme"

Apresentador anunciou no início de novembro que deixaria o programa

Após sete anos à frente do "CQC", Marcelo Tas anunciou no início de novembro que deixaria o programa e contou que a decisão foi dolorosa.
"Foi uma dificuldade gigantesca sair do 'CQC'. Estou saindo de um projeto muito bem sucedido, mas vi que era hora de fechar um ciclo. É uma angústia enorme, tem insegurança, tem coisas para eu ir atrás, reaprender, novas ligações de equipe. É importante refazer trajetórias, realinhar as intenções para que as coisas fiquem divertidas", afirmou o apresentador durante entrevista ao portal "Na Prática".
Além de Tas, Dani Calabresa, Oscar Filho, Ronald Rios, Felipe Andreoli e Guga Noblat devem deixar a atração em 2015. Para o lugar de Tas foi escolhido o ator e apresentador Dan Stulbach, o ex-CQC Rafael Cortez também deve retornar, assim como Rafinha Bastos.
"O Marco Luque anda muito emotivo porque eu e a Dani [Calabresa] iremos sair do 'CQC' e ontem, antes de entrarmos ao vivo no programa a gente ficou se abraçando, como se estivéssemos em uma festa", revelou Marcelo Tas, já em clima nostálgico.
Envolvido no lançamento de um game e colaborador do jornal americano The New York Times, Tas contou que pretende voltar a estudar. Ele é formado em jornalismo e também cursou engenharia na Escola Politécnica da USP. "Estou louco para estudar novamente e era algo difícil para fazer se eu continuasse apresentando um programa ao vivo, como o 'CQC'", contou ele.
Fonte: Tribuna Hoje

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Filme de 'Carrossel' contará com Paulo Miklos e Oscar Filho

Depois de especulações divulgadas na mídia, o SBT confirma o início das filmagens de Carrossel - O Filme, baseado no sucesso da novela Carrossel, exibida entre 2012 e 2013.
O longa-metragem será dirigido por Alexandre Boury, responsável por filmes como O Trapalhão e a Luz Azul (1999) e Didi Quer Ser Criança (2004) e Maurício Eça, de Apneia (2014). Atores como Larissa ManoelaJean Paulo Campos e Maísa Silva estão confirmados nos papéis de Maria Joaquina, Cirilo e Valéria, respectivamente.
O cantor Paulo Miklos, do grupo Titãs, fará uma participação especial como o vilão Gonzales e Oscar Filho será seu ajudante, Gonzalito.

Fonte: Revista Quem

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Guga Noblat, do "CQC", passa sufoco em gravação e recebe ameaças


Os últimos dias de Guga Noblat como repórter do "CQC" têm sido tensos. Uma coisa fora do normal. Ele não consegue trabalhar direito devido ao ódio de manifestantes, que o acusam de fazer chacotas e distorcer valores em suas coberturas.

Noblat falou à coluna: "Cara, to sendo perseguido pela extrema direita. Nas redes sociais e na rua quando me encontram. Em Brasília, mais uma vez, fui cercado por manifestantes que aos berros e com muito palavrão não me deixavam trabalhar. Xingam até a quinta geração da minha família e me chamam de viado e comunista".

E prossegue: "Ta cômico, pra não dizer trágico. Os caras são totalmente desequilibrados. Nas redes sociais rolam todos os tipos de ameaça. Jogam baixo e pesado, mas ser criticado por gente desse tipo acaba virando propaganda a favor [risos]".

Fonte: UOL

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

WEBCOMIC #4 "OS JUSTICEIROS" - FINAL [MODIFICADO]


Faz quase 1 mês desde que postei a última página da webcomic. Provavelmente quem estava acompanhando a história deve ter-se esquecido totalmente oque aconteceu...
Então pra quem perdeu o fio da meada, vou passar logo abaixo os links das 16 páginas anteriores OK?

Aqui estão:



Agora sim o final.

O final não era pra ser exatamente assim, mas foi modificado por causa das notícias que todos devem estar acompanhando sobre quem vai e quem fica no time do CQC em 2015.
Mesmo assim eu espero que vocês tenham gostado de mais essa webcomic. ;-)

Lembrando que a próxima vai ser a última com o nosso carequinha favorito. :(

Maurício Meirelles renova com a Band e fica no "CQC"


Como já era aguardado, o ator e humorista Maurício Meirelles renovou contrato com a Bandeirantes, assegurando desta forma a sua permanência no "CQC" por mais dois anos.

Segundo apurado, Meirelles conseguiu inclusive um belo reajuste. 

Desde o momento que surgiram as primeiras informações sobre a reformulação do programa, a Band deixou claro que queria continuar com o seu trabalho.

Ele está no "CQC" desde 2011, e antes teve uma passagem como roteirista pelo "Legendários", na Record.

Como se recorda, o programa decidiu não renovar com Marcelo Tas, Felipe Andreoli, Ronald Rios, Oscar Filho, Guga Noblat e Dani Calabresa.
Em 2015, Dan Stulbach estará na bancada, ao lado de Rafinha Bastos e Marco Luque.

Fonte: Mediacon

Felipe Andreoli deixa o 'CQC' para trabalhar como repórter de Fátima Bernardes

...segundo o colunista Lauro Jardim, da revista "Veja", Andreoli será contratado pela Globo como repórter do programa "Encontro com Fátima Bernardes".

Ainda de acordo com a publicação, Felipe Andreoli também vai integrar o programa "Extra Ordinários", exibido pelo Sportv. A atração, criada para ser exibida apenas durante a Copa do Mundo, ganhou um espaço na grade fixa da emissora. Durante um dos programas, Maitê Proença surpreendeu ao falar sobre o órgão sexual de Lionel Messi. "Ele era um nanico e teve que tomar hormônio de crescimento. Você sabe né... As extremidades crescem", comentou.

Com essa mudança, Andreoli ficará na mesma emissora de sua mulher, Rafa Brites, que é repórter do programa "Mais Você", comandado por Ana Maria Braga.

'CQC' sofrerá outras mudanças na bancada e entre os repórteres

Outro ex-integrante que pode retornar ao "CQC" é Rafinha Bastos. O apresentador do "Agora é Tarde" está cotado para reassumir a bancada do programa. É que Dani Calabresa deve trocar a Band pela Globo. Rafinha deixou a Band em 2011, após fazer uma piada envolvendo Wanessa. Ele retornou à emissora no ano passado para ser repórter do programa "A Liga".

Rafael Cortez, que também já trabalhou no "CQC", já assinou contrato novamente com a emissora para retornar ao programa em 2015. A ideia é renovar por completo o "CQC" em 2015. Dani Calabresa, que assumiu a bancada em fevereiro no lugar de Oscar Filho, não fará mais parte do programa e está cotada para assinar com a TV Globo.
Dan Stulbach está por trás das mudanças no 'CQC'
Logo que assinou contrato com a Band, Dan Stulbach começou a trabalhar no "CQC", por enquanto por trás das câmeras. "Tivemos a primeira reunião sobre o novo programa. Haverá um cenário novo, novos quadros e, a partir da semana que vem, vou ajudar a escolher novos integrantes. A bancada ainda não está fechada", disse, na ocasião.
E completou: "Eu costumava assistir ao 'CQC' sob o comando do Tas, um cara que eu respeito e admiro. Talvez eu o encontre nos próximos dias para a gente tomar um chope e ele me dar umas dicas (risos). Sei que será ao vivo, vou poder improvisar na bancada, ajudar no roteiro e, claro, usarei terno e óculos escuros", disse em entrevista à revista "Veja São Paulo".
Fonte: Pure People

Sem novo projeto definido, Marcelo Tas pode deixar a Band


No início de novembro, Marcelo Tas confirmou os rumores e anunciou sua saída do "CQC" após seis anos no comando.

Porém, ele ainda não definiu seu futuro. Tas seguirá no programa da Band até o fim deste ano, quando será substituído por Dan Stulbach, já contratado. Depois, não sabe o que irá fazer.

Segundo informações da colunista Keila Jimenez, o apresentador está negociando uma nova atração com a Band, mas não há nada certo. Além disso, o contrato de Tas vence neste mês e ainda não foi renovado.

Existe a possibilidade de Marcelo deixar a emissora, assim como os demais integrantes devem fazer.

Alvo de uma grande reformulação para elevar os índices de audiência em 2015, o "CQC" não renovou com Dani Calabresa, Felipe Andreoli, Oscar Filho, Ronald Rios e Guga Noblat.

Até agora, já estão certas as chegadas de Dan Stulbach, Rafael Cortez e Rafinha Bastos.

A nova temporada do programa deve estrear em março.


Fonte: Na Telinha

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

OFICIAL: Dani Calabresa está fora do CQC a partir de 2015

Dani Calabresa estará fora do CQC partir de 2015
Depois de Marcelo Tas, outra baixa do CQC foi confirmada nesta terça-feira (2). De acordo com um comunicado oficial, a apresentadora Dani Calabresa não participará mais do programa a partir da temporada de 2015. 
De acordo com a nota, embora seu contrato com a emissora termine em março do ano que vem, a decisão foi de  comum acordo.
Para o ano que vem, Calabresa buscará atuar como atriz comediante em novos projetos.
Veja a íntegra da nota.
"A atriz Dani Calabresa não participará mais do programa CQC, a partir da temporada de 2015. Embora seu contrato com a emissora finde em março do próximo ano, de comum acordo com a direção, optou por não mais participar do formato onde, antes de entrar, já admirava colegas de inicio de profissão, e depois de compor o elenco, fez novos e importantes amigos.
Para 2015, além de atuar em três filmes de comédia para o cinema, também buscará atuar como atriz comediante em projetos que a desafiem. A atriz está analisando propostas e novos projetos, sem contudo ter decido ainda seu futuro na TV."
Fonte: R7

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

NOTA: Band define nova bancada do CQC: Dan, Rafinha e Luque

Rafinha Bastos, Dan Stulbach e Marco Luque na bancada do "CQC"
Está desenhada a nova bancada do "CQC". Diante das saídas do Marcelo Tas e Dani Calabresa, já anunciadas como oficiais, Dan Stulbach e Rafinha Bastos passarão a ocupar os seus lugares. E o Marco Luque, com contrato renovado, será mantido.
Na verdade, o Dan chega como novidade. E o Rafinha, que só falta acertar alguns pequenos detalhes, volta para a cadeira que já foi dele. Sem mais.
Fonte: Flávio Ricco - UOL

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Insatisfeita, Dani Calabresa deixa o elenco do “CQC”

Dani Calabresa também não estará mais no “CQC” em 2015 (Divulgação/Band)
Após muitos boatos, Dani Calabresa, 33, acertou a sua saída do “CQC”, de acordo com o colunista Flávio Ricco. A humorista deve ficar no programa até o fim do ano. A informação oficial ainda não foi confirmada pela emissora.
A decisão aconteceu em comum acordo entre Dani e a Cuatro Cabezas, produtora responsável pela atração da Band, conforme destaca o mesmo jornalista. A ideia é que o formato sofra profundas mudanças para 2015.
Além da comediante, Marcelo Tas, 55, Oscar Filho, 36, e Ronald Rios, 26, já confirmaram a saída do “CQC”. A princípio, Tas é o único que deve ter um novo projeto na emissora paulista no ano que vem.
Guga Noblat também pode deixar o elenco do programa, mas a decisão não está totalmente definida.
Em contrapartida, Dan Stulbach, 45, já assinou o contrato com a Band e vai substituir Marcelo Tas.Rafael Cortez, 38, de saída da Record, também voltará para o humorístico. Novos integrantes podem ser escolhidos nos próximos meses.
Sobre a Calabresa, nos bastidores, dizem, a sua passagem não foi das mais harmoniosas. Melhorou um pouco quando assumiu lugar na bancada, mas sempre existiram ruídos na relação.
A primeira experiência de Dani na televisão foi no programa "Pânico na TV", quando a equipe de Emilio Surita trabalhava na Rede TV!. Ela também tem passagens pelo SBT. Em 2008, chegou à MTV Brasil, onde participou de vários programas. Já em dezembro de 2012, Dani deixou a MTV Brasil e assinou com a Bandeirantes para integrar o elenco do "CQC".
Mais recentemente, Dani ganhou um grande espaço na mídia, devido ao episódio da traição do marido, Marcelo Adnet, que foi flagrado beijando outra mulher, no Rio de Janeiro.
Através do próprio "CQC", ela mandou um recado aos "intrometidos", dando a entender que perdoou o marido e deu um beijo, combinado, na boca de Marco Luque.
Fontes: Yahoo e UOL

Band recusa proposta de Felipe Andreoli, e 'CQC' sofre quinta baixa

O jornalista Felipe Andreoli também está fora do CQC, que sofrerá em 2015 a maior reformulação de sua história. Em reunião na tarde desta quinta-feira (27), Andreoli e Band não chegaram a um acordo, e o contrato que vence em dezembro não será renovado. O jornalista queria fazer um programa diário em um canal esportivo. A Band não aceitou. Considerou a "proposta incompatível" com as necessidades do CQC. Com um programa diário, o CQC passaria a ficar em segundo plano, e a Band quer "dedicação exclusiva" de seu elenco.
Andreoli é a quinta baixa confirmada do CQC em 2015. Já estão oficialmente fora do programa o apresentador Marcelo Tas e os repórteres Oscar Filho, Ronald Rios e Guga Noblat. Dani Calabresa pode ser a próxima a ter sua saída confirmada. Do atual elenco, permanecerão apenas Marco Luque, Maurício Meirelles e Lucas Salles. Naty Graciano, que entrou neste ano, tem contrato até o final de 2015, mas ainda não foi confirmada na próxima temporada.
Rafael Cortez, após dois anos na Record, volta em 2015. O ator Dan Stulbach substituirá Marcelo Tas na bancada.
Ex-repórter esportivo da TV Cultura, Felipe Andreoli está no CQC desde o começo do programa, em 2008. A Band pretendia mantê-lo em 2015, mas Andreoli sempre quis ter um programa próprio e insistiu em compartilhar o humorístico com um novo projeto na TV por assinatura. A Band, que chegou a produzir um programa com ele, o Deu Olé, em 2012, optou por deixá-lo livre para a TV paga.
Fonte: Tribuna Hoje

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

“CQC” vai trocar até o diretor para manter o “espírito do programa”


As mudanças no “CQC” para 2015 incluem não apenas a troca de apresentadores e repórteres. O diretor Gonzalo Marcó (ao lado de Oscar Filho na imagem acima), no programa desde a primeira temporada, não sobreviveu à onda de renovação e será substituído no ano que vem por dois diretores.
Um dos principais programas da Band, tanto em matéria de audiência quanto de faturamento, o “CQC” viu nesta sétima temporada a sua repercussão diminuir bastante assim como registrou uma nítida fuga de audiência.
DiegoGuebelDanStulbach“Renovação do conteúdo não só envolve apresentadores e repórteres, mas também parte da equipe de produção”, diz Diego Guebel (ao lado de Dan Stulbach). Criador da produtora Cuatro Cabezas, onde o “CQC” nasceu, o hoje diretor da Band explicou ao blog o que está motivando tantas mudanças:
“Acho necessário renovar. O ‘CQC’ é um formato de longa duração, mostram as experiências na Argentina, Itália e Espanha. As renovações têm a ver com manter o espírito do programa”, diz, comparando a atração ao humorístico “Saturday Night Live”. No ar desde 1975, o “SNL” já teve “diferentes line ups em diferentes períodos”, lembra o diretor.
Questionei Guebel se as mudanças obedecem a alguma pesquisa, que indicou a necessidade de renovação. “Não tem uma ‘bíblia’ que te fale que é, o que pode dar certo. Se quer melhorar, tem que arriscar. Acho que estamos em um caminho muito certo para o programa”, disse o diretor.
Produtora do “CQC” no Brasil, a argentina Cuatro Cabezas faz parte, há sete anos, da Eyeworks, agora um braço da Warner. Falando dos mercados argentino, brasileiro, espanhol e português, Guebel reconhece que a versão brasileira do “CQC” é um dos principais produtos da empresa.
“Há programas que, às vezes, são maiores que o ‘CQC’ do Brasil, como ‘MasterChef’, aqui e na Argentina, ou ‘Celebrity Splash’, no ano passado na Espanha. Mas o ‘CQC é um produto muito relevante porque é permanente”, diz.
As mudanças no “CQC” já anunciadas incluem a troca do apresentador Marcelo Tas pelo ator Dan Stulbach, a volta do repórter Rafael Cortez e as saídas dos repórteres Oscar Filho e Ronald Rios. Várias outras alterações são comentadas, mas ainda não foram confirmadas pela Band, como a volta de Rafinha Bastos à bancada, no lugar de Dani Calabresa, e a saída do repórter Guga Noblat.
Fonte: UOL

terça-feira, 25 de novembro de 2014

É Oficial!! Oscar Filho está fora do CQC em 2015

Na noite desta segunda-feira (24/11) durante o programa CQC, Oscar Filho já deixou registrado em seu Twitter o que muitos pensavam (e queriam) que fosse um boato: sua saída do programa em 2015.
Sexta-Feira passada ele foi oficialmente demitido do CQC. E agora há pouco (pra quem tá lendo isso de madrugada) ele deixou postado em seu site um tipo de "carta de despedida". Leiam na íntegra aqui:

Minha saída do CQC


Gratidão. É essa a palavra que melhor descreve meu sentimento pelo CQC.
Sexta-feira passada eu, oficialmente, fui mandado embora. Me deram um pezão na bunda, me chamaram pra assinar um negocinho lá no RH da Band… Há quem possa ter motivos para sentir vergonha disso. Eu poderia ter me antecipado e ter dito que fui eu que pedi pra sair, mas não.
A primeira vez que eu ouvi falar nisso, foi através dessa matéria na internet:
Pensei comigo: Será? E se for mesmo, como irei me sentir?
O Proteste Já, quadro que eu defendi por 4 anos, foi a minha contribuição pessoal pra tentar fazer o meu país, pelo menos, um pouco mais justo e menos desigual. Lutei, argumentei, briguei, conversei, senti, raciocinei, debati. Pelo programa e por mim. O Proteste Já é um quadro incrível do programa, mas um tanto cansativo e desgastante, inclusive, emocionalmente.
Houve momentos em que a câmera não pode registrar o que se sente nas entrelinhas dos acontecimentos: funcionários burocratas, autoridades desumanas, seguranças autoritários, políticos dissimulados, profissionais oportunistas, assessores inescrupulusos… É uma enorme quantidade de energia que se esvai de se chegar em casa e apenas ter a vontade de deitar na cama e se deixar ser levado pelo sono.
Ultimamente, minha energia pra trabalhar neste quadro não andava equilibrada. Portanto, não foi de todo mal ser dispensado pelo programa. Viria em boa hora. Seria timing bastante sincronizado.
Passei um final de semana pensando profundamente em como seria viver sem fazer parte do programa que mudou a minha vida. Que me ajudou a divulgar um trabalho que eu tanto amo fazer: Meu show de stand-up, o “Putz Grill…” que levou mais de 1 milhão de espectadores nesses 7 anos ao teatro e que foi até premiado!
Através dele também consegui me tornar conhecido o suficiente para escrever uma “Autobiografia Não Autorizada”, e tirar sarro da minha própria vida perante os outros. Fiz na literatura algo que já fazia há anos em cima dos palcos.
O CQC deu felicidade me proporcionando conhecer pessoas como o Tom Cruise, ator que eu imitava no palco; Fernando Meireles, diretor que eu assisto no cinema; João Carlos Martins, o maestro cuja história pessoal e profissional eu admiro, José Saramago, escritor que eu li embevecido cuja entrevista que eu fiz foi parar num documentário sobre ele e o gênio do Silvio Santos!!!
Me proporcionou sentir emoções à flor da pele, me fazendo ir à Ilha de Marajó conhecer crianças que viajam até 5 horas de barco para estudar, crianças do Piauí que estudam em escolas de chão batido, mães de Caxias no norte do país que perderam filhos recém-nascidos.
Me proporcionou tristeza ao me tirar da bancada do programa, e, agora, do programa em si. Faz parte! O Custe o Que Custar foi um grandessíssimo divisor de águas pra mim. Não teria como ser diferente.
O saldo é positivo. Ri mais do que chorei. Ri muito. Ri de perder o fôlego inúmeras vezes em que saíamos na van do Apolo e o bullying corria solto, comigo e com todo mundo.
Então agradeço ao Diego Barredo, o primeiro diretor do programa. Um cara que viu meu vídeo de stand-up enquanto ainda fazia o casting lá na Argentina pela internet e me chamou pra fazer testes pro programa. Pra toda a equipe, aos que foram, aos que ainda estão e aos que continuarão. Ao Gonzalo Marcó, que me proporcionou grande parte das matérias que eu fiz nesse período todo, aos repórteres que se foram e que ficaram, aos fãs que gostam de mim e me seguem (agradeço, apesar de questionar esse mal gosto de vocês).
Aos jornalistas, blogueiros e colunistas sedentos pra que eu cuspa no prato que eu comi, informo: não tenho nada em vista. Nenhum projeto, nenhum convite, nenhuma emissora interessada. Só me restou a sarjeta. Já pensei sobre isso e tive uma importante decisão: rasparei a cabeça, chamarei um ex-aluno meu, comprarei um trailer, fabricarei metanfetamina com 96% de pureza, exterminarei o cartel e morrerei rindo.
E que venha o futuro!
Imagem colocada pelo próprio Oscar no final da postagem

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

CQC 291 - roteiro


CQC 291
Band, 22h30
Entre outras:
BRASILEIRÃO NOS FINALMENTES
PROTESTE JÁ- RETORNOS
O ESCANDALO DA PETROBRÁS
50 x 50: ERICK JACQUIN
NOVEMBRO AZUL
FOLIANOPOLIS
CQC NA RUA: EXAME DE PROSTATA
TOP 5
MISS BUMBUM

sábado, 22 de novembro de 2014

Após Tas, Band dispensa Oscar Filho, Noblat e Ronald Rios do CQC

Oscar Filho, que deixa o CQC após sete anos; humorista foi informado de que não terá contrato renovado
Oscar Filho, Guga Noblat e Ronald Rios estão fora do CQC em 2015. Os três humoristas foram chamados pela direção da Band nesta semana e informados de que não terão seus contratos renovados em dezembro. Portanto, se juntam a Marcelo Tas, que anunciou sua saída no início deste mês e será substituído por Dan Stulbach.

"Desempregado, segundo o UOL" - descrição do perfil do twitter que Oscar Filho colocou, provavelmente negando o que foi postado sobre sua demissão do CQC.

Conforme antecipou o Notícias da TVo CQC pode trocar metade de seu elenco em 2015, para reverter a crise de audiência. No início do mês, a emissora chamou para negociar a renovação apenas dos repórteres Felipe Andreoli, Lucas Salles e Maurício Meirelles. Naty Graciano tem mais um ano de contrato com a emissora. Dani Calabresa também pode sair.

Pelo Twitter, Ronald Rios confirmou o desligamento do humorístico: "Agora que é oficial: estou saindo do CQC, sim. Foram três anos irados. Desejo máximo sucesso aos que ficam e aos que chegarão", escreveu neste sábado (22).

O elenco do CQC de 2015 ainda não está definido. Na bancada, são certas as presenças de Stulbach e Marco Luque. A Band negocia com Rafinha Bastos para que ele volte a ser um dos apresentadores do programa. Depois de dois anos na Record, Rafael Cortez volta ao humorístico, informação também antecipada pelo Notícias da TV, no início de outubro.
Oscar Filho é um dos repórteres mais antigos do CQC. Está no programa desde 2008. No início deste ano, perdeu a cadeira na bancada do programa para Dani Calabresa. Guga Noblat e Ronald Rios estavam no humorístico desde 2012.
Nas redes sociais, Guga Noblat negou que esteja saindo do CQC: "Não fui chamado para conversar e não me desliguei do CQC. Pelo menos por enquanto ainda tô livre do Pronatec ou do Bolsa Família. Quem sabe na semana que vem. Passei os últimos dias em Brasilia gravando uma reportagem sobre a operação Lava Jato. Confiram na segunda-feira, na Band".
Outro tweet de Guga Noblat negando notícia postada no UOL.
Fonte: UOL

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Rafinha Bastos desabafa sobre Marcelo Tas do CQC

Com sua volta ao "CQC" da Band praticamente certa em 2015, Rafinha Bastos do "Agora é tarde" falou sobre o programa que passa por uma profunda reformulação depois de queda abrupta na audiência. 

Durante a gravação de seu segundo DVD, no domingo (16) em São Paulo, foi aberto um momento para perguntas da plateia. Quando perguntado sobre a volta ao humorístico, Rafinha falou que até voltaria, mas só se Marcelo Tassaísse do "CQC", como vai ocorrer em 2015.  

"Eu sei que não parece a decisão mais inteligente, mas eu devo muito a algumas pessoas de lá. Mas eu não piso onde aquele filho da p*** do Marcelo Tas pisa. Ele não foi justo comigo. Com ele, não volto pra lá", disse. A mágoa de Rafinha deve-se ao fato de que Tas preferiu ficar e falar mal de seu companheiro de bancada para agradar outras pessoas em um momento delicado do comediante.

Rafinha referia-se ao episódio em que "ofendeu" a cantora Wanessa Camargo e o bebê dela, em 2012. A brincadeira provocou a saída do apresentador do programa e, mais tarde, da emissora. 
Rafinha também afirmou que passou por um período de "decadência" na carreira após a piada com a cantora e afirmou que apenas voltou ao ar pelo público. Em 2015, o "CQC" deverá ter como apresentadores Dan Stulbach, Rafinha Bastos e Marco Luque. Dan que deixou seu contrato com a Rede Globo para comandar um programa jornalístico que certamente irá alavancar a audiência do programa com sua forma carismática de se expressar com o público. O ator já colhe frutos de sua participação na Rádio CBN com o programa "Hora de expediente" e "Fim de Expediente".

Fonte: Portal de Paulínia