terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Equipe do CQC agredida no Piauí

Pois é… O atual prefeito da cidade de Esperantina no Piauí, Lourival Bezerra, do PSDB, estaria exigindo que um empresário, cuja empresa fornecia alimento para as escolas da cidade, devolvesse 20% do valor que consta nas notas por ele emitidas para a prefeitura.
Este empresário filmou o prefeito recebendo a propina e o denunciou para o Ministério Público. Essa denúncia de recebimento de propina partiu de um jornalista chamado Gil Sobreira a partir de emails, SMSs, conversas por facebook e telefonemas. Foi então que a equipe do Proteste Já veio cobrir o caso.
Obviamente, o prefeito não quis conversar com a nossa equipe. Foi então que o jornalista Gil Sobreira, que há pouco tempo virou assessor de imprensa do prefeito, ligou dizendo que queria conversar com a gente. Isso mesmo! O mesmo jornalista que antes denunciava, depois de contratado, passou a ser porta voz informal do prefeito.
Nós do CQC, entendendo que ele falaria pelo prefeito, não quis dar entrevista também. Foi agressivo, tentou me intimidar vindo falar perto do meu rosto, gritou, empurrou a mim e o cinegrafista, tentou tomar meu microfone, e deu um soco na câmera. Para o azar dele, machucou o dedo neste momento. Veio na minha direção e passou o dedo dele com sangue na minha camisa, talvez para tentar me incriminar mais tarde… “Jornalista” esperto ele, né?
Depois disso, berrou mais ainda, disse que nós que o tínhamos agredido, xingou minha mãe, me mandou pra um lugar mais longe… Mas tudo isso quando eu estava com o meu microfone longe. Imaginou que o áudio não seria captado. Não só o áudio, como todo show que ele deu dentro da Secretaria de Educação da cidade estão gravados.
A polícia chegou e apenas nós da equipe fomos para a delegacia fazer o boletim de ocorrência. O que é estranho. Se ele foi o agredido, porque não se assegurar com a lei, né?
Chegando ao hotel, encontrei este post na página dele do Facebook:
Ou seja: como ele perdeu a razão por completo, agora me acusa de “xenofobia”. Eu que nem isso disse.
Como se fosse o suficiente o prefeito fugir e o assessor dele nos agredir, enquanto o produtor e eu estávamos na delegacia, recebemos uma ligação do câmera dizendo que o médico estava se recusando a assinar o exame de corpo de delito. Quando ele ameaçou dizer que íamos lá gravar a recusa, o médico mudou de ideia. E, realmente. Quando o produtor e eu chegamos à sala do médico, ele já estava finalizando o exame.
A política em Esperantina, no interior do Piauí (Brasil), é um lixo por causa de pessoas como o atual prefeito e o seu assessor/jornalista/vira-casaca! Um por aparecer num vídeo aceitando propina e fugir da reportagem por ter e ser alvo do MP por causa disso. Outro que nos convocam para mostrar algo podre na cidade, mandando provas e tudo, mas muda de ideia porque agora trabalha com seu antigo inimigo e o defende.
P.S.: O prefeito do PSDB, Lourival Bezerra, já foi cassado DUAS vezes. Clique aqui e aqui para ler as notícias.
P.S.2: Parece que depois que eu fiz este post, o “jornalista” apagou o conteúdo do facebook, pois aparece o alerta: Este conteúdo está atualmente indisponível.
FONTE: Blog oficial do Oscar Filho

Nenhum comentário: