quarta-feira, 28 de maio de 2014

CQC é proibido de fazer perguntas nas entrevistas da seleção brasileira

Felipe Andreoli, repórter do programa, vai tentar falar com os jogadores na grade

Rio - O CQC (Custe o que Custar)da TV Bandeirantes mandou seu representante na cobertura da seleção brasileira. O escolhido entre os homens de terno preto foi Felipe Andreoli, que gosta - e entende - mais de futebol do que seus outros companheiros de equipe. Felipe é filho de Luiz Andreoli que foi repórter esportivo e apresentou o Show dos Esportes também da TV Bandeirantes. Mas os representantes do programa não esperavam que seriam proibidos de fazer perguntas nas coletivas de imprensa pela assessoria da CBF, que busca evitar as piadinhas e trocadilhos no ambiente de trabalho de jogadores e jornalistas.
Recentemente, na reinauguração da Granja Comary, o programa teve um problema com o coordenador-técnico Carlos Alberto Parreira, após uma pergunta grosseira da repórter Naty Graciano que acabou por interromper a entrevista de Parreira.
A decisão engessou o repórter que busca soluções para fazer suas ácidas perguntas aos craques da Seleção. A assessoria de imprensa da CBF prometeu não atrapalhar se eles conseguirem chamar um dos jogadores até a área dos jornalistas.
Eles vão tentar. Custe o que custar.

Fonte: O Dia

Nenhum comentário: