sexta-feira, 6 de junho de 2014

(Oh não!) “CQC” sofre desgaste de audiência e crise de identidade

Desde de 2012 o "CQC" vem perdendo audiência. Naquela época, o programa de Marcelo Tas e cia. registrou média anual de 4,8 pontos (que arrendondado para 5). Em 2013, a atração marcou 4, 1 e, a até o mês de maio de 2014 manteve uma média de 3 pontos (cada ponto equivale a 65 mil domicílios).
Claro que a questão dos canais pagos influenciou muito na queda de audiência não só do "CQC" como da programação dos canais abertos de um modo geral. No caso do programa da Band, há também o desgaste da fórmula. A atração é boa e bem feita, porém sofreu algumas baixas desde sua estreia em 2008 que o deixou meio sem identidade. Os 'novatos' ainda não fizeram a diferença. Dani Calabresa continua mal-aproveitada, a repórter Naty Graciano é sem graça e Lucas Salles, que estreou nesta segunda-feira na atração, ainda está naquela de mostrar ao que veio.
Atualmente, o que mais causa barulho no CQC é ótimo Top Five, que nesta semana foi vencido por Silvio Santos dizendo em espanhol para uma colega de auditório paraguaia que iria comprar um maleta com maconha no Paraguai. O velho Silvio continua arrasando.
Fonte: Yahoo
PS by Lina Silva: Talvez a Band nunca admita isso, mas a saída do Rafinha Bastos, Danilo Gentili e Rafael Cortez fizeram um ''rombo'' danado no programa!! =/

Nenhum comentário: