sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Marcelo Tas confirma que CQC vai se renovar em 2015

TEM MUDANÇAS POR AÍ

O apresentador não descarta a volta de Rafael Cortez à atração nem a saída de Dani Calabresa, como vem sendo cogitado por alguns veículos de comunicação.

Marcelo Tas, líder do "CQC", da Band, confirma que haverá mudanças no programa no próximo ano, com a renovação de integrantes. O apresentador não descarta a volta de Rafael Cortez à atração nem a saída de Dani Calabresa, como vem sendo cogitado por alguns veículos de comunicação. Ele também conta que vai gravar, no mês de novembro, a segunda temporada de "Papo Animado", do Cartoon Network, e afirma que tem muita vontade de voltar a se dedicar mais ao público infantil.

"Você sabe que são as crianças o tipo de espectador que eu mais amo? Acabei de fazer o professor Tibúrcio na festa de 45 anos da TV Cultura. Para mim, é um personagem que estará sempre vivo. Eu acho que o público infantil é o que tem mais desafios porque é mais difícil de conquistar", confidencia o apresentador, que afirma que, enquanto estiver no "CQC", será muito difícil ele conciliar projetos de longo prazo voltados para as crianças.
Tas, no entanto, não pretende deixar a bancada do humorístico no ano que vem. "Fico honrado de estar participando de um programa que, sem ser metido, virou referência para o humor e o telejornalismo. Essa é uma vitória que nós conquistamos com muito trabalho", declara.
Sobre os boatos da volta de Rafael Cortez e a possível saída de Dani Calabresa da atração, o apresentador diz "achar normal esse falatório" porque todo ano o "CQC" promove renovações.
Fazemos isso porque é necessário. Lembro que estamos no sétimo ano do programa e eu nunca pensei que fosse durar tanto. Quer dizer, são poucas as atrações na televisão que duram muito. Se você olhar a grade das emissoras abertas, você conta nos dedos, talvez de uma mão, os programas que estão há tanto tempo no ar. Então, claro que tem que ter renovação", despista ele.
Segundo o apresentador, não há nada de concreto na reformulação que será feita para 2015, pois toda a equipe do programa esteve envolvida nos últimos meses com a cobertura das campanhas eleitorais. "O corpo a corpo com políticos é um dos focos da atração. Essa cobertura foi intensa e estamos felizes com a resposta que conseguimos."
Fonte: O tempo

Nenhum comentário: