sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Dan Stulbach assina contrato com a Band para comandar o 'CQC': 'Mudança grande'

Dan Stulbach assinou seu contrato com a Band nesta terça-feira (11) e já iniciou com as mudanças para o novo formato do "CQC". O ator, que vai assumir o posto de Marcelo Tas a partir de março do ano que vem, revelou que vai influenciar na escolha de novos nomes para o programa.
"Hoje (terça-feira, 11) tivemos a primeira reunião sobre o novo programa. Haverá um cenário novo, novos quadros e, a partir da semana que vem, vou ajudar a escolher novos integrantes. A bancada ainda não está fechada. Eu costumava assistir ao 'CQC' sob o comando do Tas, um cara que eu respeito e admiro. Talvez eu o encontre nos próximos dias para a gente tomar um chope e ele me dar umas dicas (risos). Sei que será ao vivo, vou poder improvisar na bancada, ajudar no roteiro e, claro, usarei terno e óculos escuros", disse em entrevista à revista "Veja São Paulo". Rafael Cortez assinou novamente com a Band e estará de volta ao "CQC".
Há dezessete anos na TV Globo, Dan também falou sobre a decisão de mudar de emissora. "Há uma semana, fui procurado pela Band com essa proposta concreta de apresentar o CQC, um programa interessante, que mistura jornalismo com humor. Permaneci muitos anos na Globo, fiz trabalhos bons lá, como 'Os Maias', em 2001, 'Mulheres Apaixonadas', em 2003. Minha relação com toda a equipe é ótima. Nunca havia trabalhado na Band antes. Dá um frio na barriga deixar a Rede Globo depois de tanto tempo, mas o projeto foi desafiador. No mais, seguirei com meus outros trabalhos: dirijo o teatro Eva Herz, seguirei no GNT (no programa 'Saia Justa'), na CBN e no teatro, com a peça, 'Meu Deus! É muita coisa', mas vai dar para fazer tudo (risos)", explicou.
Ator vai ganhar em torno de R$ 40 mil
O salário de Dan Stulbach deve ficar entre R$ 30 a 40 mil reais na Band. O ator, que não tinha contrato fixo com a TV Globo, foi incentivado pela emissora a ir para a concorrência.
Dan também conversou com a Band sobre o retorno da teledramaturgia na emissora. "A primeira ideia não seria fazer uma novela, mas recomeçar o departamento com uma série. Conheço muitas pessoas na área, posso trazer roteiristas, diretores, atores... Talvez eu mesmo possa atuar ou dirigir. Não há uma definição ainda, se será humor ou drama, só um projeto e há um espaço no meu contrato para colocá-lo em prática", contou.
No último dia 4, Marcelo Tas compartilhou uma carta de despedida publicada no blog da Band. "Me sinto sortudo demais por conviver com gente tão talentosa com quem aprendi a reinventar a minha própria trajetória na TV. Quero abraçar e reconhecer a Band, que teve a ousadia de botar essa bagaça fumegante no ar e depois acolher minha decisão e propor novos horizontes", diz um trecho do texto.
Fonte: Pure People

Nenhum comentário: