segunda-feira, 31 de março de 2014

Roteiro do @CQC - #CQC257

(Ilustra by: Lina Silva)

Estão prontos pra saberem do roteiro do CQC, que o Marcelo Tas postou no seu blog?
Mas antes de saberem, sabem muito bem que, como o Tas não cansa de dizer, mas diremos pra vocês: Esse roteiro é apenas guia. algumas alterações poderão acontecer durante o programa ao vivo, como imprevistos, não passarem na ordem correta ou então deixarem para o último bloco (o que acho impossível acontecer). mas... relaxem e divirtam-se. vejam aí o roteiro abaixo:

CQC 257 na Band, às 22:30 ou Após "Os Simpsons"
Para ir ao estúdio, cliquem aqui

(*) = Quadro novo

ELEFANTE BRANCO: CENTRO DE CONVENÇÕES EM SÃO SEBASTIÃO (*)
50 x 50: ANDRESSA URACH
PROTESTE JÁ: VEREADORES CORRUPTOS EM SÃO JOÃO DA PONTE
TWITTER DELIVERY (*)
SEM FILTRO: CRIANÇAS FALAM DE POLÍCIA
DOCUMENTO DA SEMANA: AUTODEFESA
MARCO CIVÍL DA INTERNET
OLHO X OLHO: PEDÓFILOS
DANI SEM SAÍDA: PSIRICO
50 PERGUNTAS: ANA PAULA PADRÃO (*)
CQSABE: GÍRIAS GAYS
OS PICARETAS: NOTAS FALSAS
TOP 5

Descrição da Montagem: CQC 2014 em 3D Anáglifo Red/Cyan Orimizada ou Dubois (Montagem by: Kildare Sena)
Pra verem, precisam usar os óculos 3D das lentes Vermelha e Ciano (azul esverdeado), clicando aqui

Continuem acompanhando a mais nova webcomic, "O Herói Explosivo"

Oscar Filho presencia briga de vereadores de MG durante gravação do "CQC"

O humorista Oscar Filho, repórter do "CQC", da Band, presenciou mais uma confusão enquanto produzia o quadro "Proteste Já" na última quarta-feira (26/3). O apresentador chegou de surpresa numa sessão da Câmara de São João da Ponte (MG), onde vereadores são acusados de receber dinheiro para evitar cassação de prefeito Sidiney Pereira da Silva (PSD).
Segundo a coluna de Flávio Ricco, no UOL, o caso em questão é referente à administração anterior. Desta vez, no entanto, um dos vereadores que estava na sessão foi agredido enquanto o repórter comandava o quadro.

Considerado polêmico, o quadro "Proteste Já" costuma ir atrás de políticos para os pressionarem sobre compras indevidas pelas prefeituras, atas suspeitas e nepotismo. No último dia 17, o “CQC” apresentou uma reportagem em que denunciava desvio de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) em Esperantina, no Piauí. Entretanto, uma das fontes para a investigação, o jornalista Gil Sobreira, tentou agredir Oscar Filho.

Fonte:Portal Imprensa

quinta-feira, 27 de março de 2014

Parreira se irrita com CQC e encerra entrevista: “Granja é lugar sério”

O clima de cordialidade que tomou conta da reinauguração da Granja Comary, em Teresópolis, nesta terça-feira foi interrompido durante uma entrevista do coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira. O tetracampeão mundial se irritou com uma pergunta da repórter do CQC Naty Graciano, alterou seu tom de voz e deixou o local onde estavam os jornalistas.

A participante do programa da TV Bandeirantes – nova integrante do CQC, que tem se destacado pelas questões ácidas feitas aos entrevistados – perguntou ao coordenador da seleção se o local deveria ser rebatizado após a grandiosa reforma.
“Parreira, você não acha que a Granja deveria alterar o nome após essa p… reforma, ou dá para manter pois ainda está cheio de galinhada?”, questionou Naty Graciano.
“Não, está na boa. Aliás, já até mudou, não sabia?”, rebateu Parreira.
“E o que você acha de reunirmos um monte de vagabundas aqui para uma festa? Já tem cabelereiro, barbeiro, salão, piscina. É uma festa”, continuou a repórter do CQC.
“Não estou te entendendo. Isso aqui é uma entrevista séria, a Granja é um lugar sério e vivemos um momento importante. Não dá”, disse o coordenador, para em sequência deixar o local.
Questionado por um repórter de rádio se poderia responder mais algumas perguntas sobre seleção e Copa do Mundo, ele demonstrou todo o nervosismo.
“Não dá, vou embora. Estou falando coisa séria, atendendo vocês numa boa e as pessoas vêm desrespeitar”, encerrou, se encaminhando para deixar o hotel da seleção em Teresópolis.
Fonte: Boa informação

quarta-feira, 26 de março de 2014

WEBCOMIC #3 "UM HERÓI EXPLOSIVO" - PÁGINAS 8 E 9

Galera que quer ler a história desde o inicio (pq as postagens dessa webcomic está mais devagar que as outras duas anteriores) segue abaixo o link das SETE primeiras páginas para enfim vcs lerem essas.
Tô dando uma colherona de chá, hein. ;-D Hehehehe




segunda-feira, 24 de março de 2014

Roteiro do @CQC - #CQC256

"Hoje por motivos pessoais não tive cabeça para a ilustra do CQC de hoje. Então vai essa mesmo postada no Blog do TAS". - Lina Silva

Estão prontos pra saberem do roteiro do CQC, que o Marcelo Tas postou no seu blog?
Mas antes de saberem, sabem muito bem que, como o Tas não cansa de dizer, mas diremos pra vocês: Esse roteiro é apenas guia. algumas alterações poderão acontecer durante o programa ao vivo, como imprevistos, não passarem na ordem correta ou então deixarem para o último bloco (o que acho impossível acontecer). mas... relaxem e divirtam-se. vejam aí o roteiro abaixo:

CQC 256 na Band, às 22:30 ou Após "Os Simpsons"
Para ir ao estúdio, cliquem aqui

SEM FILTRO: CRIANÇAS EXPLICAM AVIÃO DESAPARECIDO
OS PICARETAS: O TRUQUE DO BARALHO
ELEIÇÕES: AÉCIO NEVES E A POLÊMICA DE CENSURAR A INTERNET
TORCIDA VIP
FESTIVAL DE ROCK EM MINAS
50 x 50: MC GUIMÉ
PROTESTE JÁ: SUPERFATURAMENTO DE GLITTER
ELEFANTE BRANCO: CENTRO CULTURAL EM SÃO SEBASTIÃO
DOCUMENTO DA SEMANA: JUSTICEIROS
ANIVERSÁRIO DO GOLPE DE 64: A MARCHA DA FAMILIA
CQSABE: GÍRIAS GAYS
TOP 5
CINEMA: RIO 2
KARAOKÊ CQC

Descrição da Montagem: CQC 2014 em 3D Anáglifo Red/Cyan (Montagem by: Kildare Sena)
Pra verem, precisam usar os óculos 3D das lentes Vermelha e Ciano (azul esverdeado), clicando aqui

Continuem acompanhando a mais nova webcomic, "O Herói Explosivo"

"É um sonho, não me acordem", diz Naty Graciano, a "fadinha má" do CQC

Entrevista concedida ao jornalista Flávio Ricco, do UOL

Na última segunda-feira, o "CQC", da Band, abriu sua sétima temporada com novos quadros, mudança na bancada, com Dani Calabresa no lugar de Oscar Filho, e apresentou sua nova repórter: Naty Graciano, a "fadinha malvada", que conversou com a coluna sobre início de carreira, expectativas, a aprovação para o programa e homofobia. "Chorei de felicidade com o beijo gay" [em Amor à Vida]. Confira outros trechos da entrevista com a atriz de 25 anos, nascida em Jundiaí (SP) e que, depois de viver em Sorocaba (SP), passou a morar na Capital (e a fazer terapia):

UOL: Quem é Naty Graciano?
Naty Graciano: Uma mulher batalhadora, que ama o que faz e que sempre acredita nas possibilidades.

UOL: Como foi seu início de carreira?
Naty: Sou formada em Teatro - Comunicação das Artes do Corpo, pela PUC-SP. Minha primeira experiência na TV foi na TV TEM, afiliada da Rede Globo no interior de São Paulo. Trabalhei quase três anos como apresentadora e repórter do programa "Revista de Sábado". Foi uma experiência incrível! Quando comecei a me apaixonar por esta área, tinha apenas um programa de viagens na web, que eu mesma escrevia.

UOL: Foi tranquilo seu desligamento da TV TEM?
Naty: Sim. O pessoal de lá sempre foi muito querido. Eles entenderam que esta seria uma oportunidade incrível para a minha carreira. Não tinha como não aceitar.

UOL: Como aconteceu essa aproximação com o CQC?
Naty: Mandei meu material para a produção e me chamaram para um teste. Foram várias etapas até a resposta final. Quando soube [da aprovação], quase morri, pois eu sempre curti muito o programa e tive vontade de trabalhar com essa galera. Rolou! É um sonho. Não me acordem (risos).

UOL: Quando soube que havia sido aprovada, teve festa, alguma comemoração?
Naty: Claro! Comemorei com a minha família e com o meu noivo. Saímos para almoçar e jantar várias vezes durante a semana. Agora acabou o dinheiro, preciso receber logo. rs.

UOL: Incomoda ser chamada de substituta da Monica Iozzi? Aliás, você a conhece?
Naty: Sempre fui fã da Mônica Iozzi, ela manda muito bem. Acho que é uma honra substituí-la. Ainda não a conheço, mas ela respondeu minha mensagem no Twitter desejando boa sorte. Fiquei feliz!

UOL: Falam que você vai fazer a linha gostosona. Verdade?
Naty: Gostosona, eu?! Quero fazer a linha magrinha. rs. Acho que colocaram este "termo" porque usarei o meu charme para conseguir as melhores declarações dos entrevistados. Coisa que, naturalmente, todas as mulheres já fazem.

UOL: No "CQC", você vai cobrir tudo: variedades, esporte, política?
Naty: Sim. É bacana, pois gosto de todos os assuntos.

UOL: Como recebeu os elogios de Marcelo Tas, que a chamou de "fadinha malvada" e "traquinas"?
Naty: Foi uma honra. O Professor Tibúrcio é uma unanimidade na TV. Quando soube que ele curtiu meu trabalho, fiquei estática. Fico feliz em poder trabalhar ao lado dele e honrar cada palavra dita por ele a meu respeito como profissional. Afinal de contas, ele é um mestre.

UOL: Como vê o espaço da mulher na TV? Aliás, você é a favor da entrada de outras mulheres, na função de repórter, no "CQC"?
Naty: Acho que a mulher tem um brilho especial, um jeitinho diferente de interagir com o público. Vamos dominar a TV! (risos). E, caso exista esta possibilidade, sou a favor da entrada de outras mulheres no "CQC".

UOL: O "CQC" te deu total liberdade de trabalho, ou existe algum impedimento? 
Naty: Liberdade total para criar e causar.

UOL: O que o telespectador pode esperar de você?
Naty: Uma repórter com humor inteligente e muita cara de pau. Vou perguntar o que todos gostariam de saber. 

UOL: Você tem ídolos na TV? Se inspira em alguém?
Naty: Curto muito o trabalho da Ellen DeGeneres, apresentadora de um talk show nos EUA. Ela é incrível. Adoro o jeito que ela entrevista as pessoas. Me inspiro nela.

UOL: Vai sair de Sorocaba e passar a morar na Capital?
Naty: Sim. Já estou morando em São Paulo e fazendo terapia por conta do trânsito caótico.

UOL: Tem acontecido muita violência aos profissionais da imprensa. Como tem acompanhado isso?
Naty: Toda vez que algum profissional sofre uma agressão, nós, que estamos no meio, sentimos como se fosse com a gente. Apoio a liberdade de imprensa. Afinal de contas, vivemos em uma democracia, certo?

UOL: Sobre as manifestações que estão acontecendo no país, qual a sua opinião?
Naty: O jovem brasileiro mudou. Se não nos escutam, temos que gritar por nossos direitos. Mas sem violência.

UOL: Acompanha programas esportivos?
Naty: Adoro esporte. Meu pai é louco por futebol, cresci nesse meio. Na medida do possível, tento acompanhar o que está acontecendo.

UOL: Gosta de novelas? O que achou do beijo gay em "Amor à Vida"?
Naty: Sim, e chorei de felicidade com o beijo gay [protagonizado por Mateus Solano e Tiago Fragoso]. Mais uma batalha contra a homofobia vencida, apesar de estarmos só no começo.

Fonte: Mundo Band


Guga Noblat conta que vai ser papai

Para quem não se lembra, quando vieram as férias do CQC, Guga Noblat confessou para o Portal da Band que gostaria muito de engravidar sua mulher, a Lygia, na viagem do casal para o Havaí. Mal sabia ele que o plano daria certo logo de cara. "Assim que voltamos do Havaí, no fim de janeiro, a Lygia desconfiou da gravidez. Fizemos um teste de farmácia e demoramos uns segundos pra entender que ela estava realmente grávida. Foi uma surpresa já que era nossa primeira tentativa", confessa.

"O feto, portanto, é havaiano, mas com DNA do Brasil, isso eu garanto", brinca com a nacionalidade do bebê. Vale lembrar que antes da última temporada acabar, Guga tinha paquerado algumas mulheres e por isso Lygia impôs uma sociedade com os homens do CQC e do Brasil. No entanto, essa fase acabou e o homem de preto afirma que agora só tem uma função para eles: "Os sócios podem ficar com a parte de trocar a fralda e nada mais". Claro que isso não passa de uma brincadeira, Guga pretende assumir os desafios da paternidade. Quando questionado sobre o que dá mais trabalho, o programa ou o bebê, ele diz que são diferentes.

"São dois imensos desafios e ambos são emocionantes, divertidos e estressantes. O CQC e uma filha encomendada estão dando uma direção e um sentido que antes não existiam em minha vida. Acho que minha filha me dará mais trabalho do que o Renan Calheiros", brinca revelando o sexo da herdeira. Além disso, o repórter afirma que a pequena já tem até nome definido. "Será Heloisa o nome da minha filhinha, em homenagem à vó falecida de minha mulher, além de ser um nome lindo", explica. Aproveitando o assunto, Guga aproveita para fazer uma piada: "Se fosse homem seria Gonzalo, assim como chama na Argentina. Seria uma homenagem ao diretor do CQC e uma maneira de garantir um contrato de dez anos com o programa, mas pra meu azar e pra sorte do bebê, o destino quis que fosse uma menina".

Fonte: Mundo Band

quinta-feira, 20 de março de 2014

"É Nota 10", diz @MarcoLuque sobre o aplicativo 'Segunda Tela'


A temporada de 2014 do CQC estreiou com uma super novidade para os internautas, é o segunda tela, um aplicativo que vai interagir com o programa ao vivo.

Marco Luque, que adora redes sociais e até tem o próprio app, conta que já testou o novo produto. 

"Já tive oportunidade de brincar e é demais, super fácil. A interação vai aproximar mais a gente do nosso público. É nota 10", diz empolgado.

Sobre a iniciativa de ter alguma coisa para os navegantes da internet, o integrante da bancada acredita que pode ser pela popularidade dos perfis dos integrantes do elenco.

"Acho que é mesmo essa visão de poder utilizar a internet. Todos integrantes do CQC são tão fortes nas redes sociais e é legal poder usar isso ao nosso favor", afirma.

terça-feira, 18 de março de 2014

Na reestreia do CQC, repórter Naty Graciano irrita Maluf e é boa surpresa

CQC (Band) estreou sua sétima temporada (sétima!) na noite de segunda-feira (17) com Dani Calabresa na bancada, novos quadros e uma nova repórter na rua, Naty Graciano. De terno preto, a moça surpreendeu em seu primeiro programa, fazendo as vezes de mulher sedutora e conseguindo tirar o deputado Paulo Maluf do sério.
Em sua primeira reportagem, um clássico Corinthians e São Paulo no Pacaembu, Naty, sorocabana de olhos claros, provocou uma briga de casal ao flertar com um corintiano e fez Rogério Ceni enrubescer ao dizer que ele “é ainda mais bonito ao vivo”.
Na missão de irritar Maluf, Naty começou apelando feio. “O senhor já fez anal?”. “Usa o azulzinho?”. “Já deu beijo grego?”. O deputado, ainda que constrangido, levou o jogo na brincadeira, mas ficou irritado mesmo com perguntas sobre corrupção, despejadas a sangue frio. “Me leva para a Suíça?”. “Você me levaria com o seu dinheiro o com o dinheiro do povo?”. No fim, ela ouviu, em tom agressivo: “Você está começando mal no CQC” (a situação lembrou o próprio Marcelo Tas perguntando a Maluf, nos anos 80: “É verdade que o senhor é ladrão?”). Cara de pau que, se bem direcionada, pode render coisa boa.
Dani Calabresa estreou na bancada descontraidona. Rebolou, inventou um “funk ostentação” para o deputado Edmar Moreira, acusado de sonegação de imposto, e brincou: “Estou muito feliz por estar na vaga rotativa da bancada do CQC”. Refrescou o clima, mas também não revolucionou o mundo.
Entre os quadros novos, o Picaretas é uma releitura (com maquiagem de serviço público) das velhas pegadinhas. O programa reconstrói golpes de ladrão pequeno para “evitar que as pessoas caiam neles”. No primeiro programa, um ator mostrou como é possível ludibriar transeuntes ao vender um celular caro e entregar, no lugar dele, um celular barato. Depois de caírem na armadilha, as vítimas eram entrevistadas por Maurício Meirelles. “Então você só queria ajudar e acabou sando enganada?”. Sono.
O Torcida VIP, por sua vez, é uma bobagem divertida que pode até agradar por um tempo, mas que deve cansar a paciência depois de alguns CQCs. Consiste em reunir um bando de marmanjo ao redor de uma celebridade e gritar, em coro, disparates como “Aqui tem um bando de louco/ Louco como a Narcisa/ Tarja preta pra ela é pouco/ É de choque que ela precisa (Narcisa Tamborindeguy levou na boa)” ou “Simpatizava com o Lula agora caga pra geral/ Tem língua afiada mas afinou pro Mano Brown (Lobão não levou tão de boa)”.
Os outros quadros que estrearam no programa foram o #SemFiltro, em que crianças comentam assuntos do noticiário, e o 50 por 50, jogo em que Maurício Meirelles (só tem esse cara de repórter?) aposta R$ 50 com alguém em questões esdrúxulas do tipo, “Aquele cara tem frieira no pé?” ou “Aquela menina já tirou uma selfie na praia hoje?”. Fábio Porchat, o cara dos filmes da Globo e da Porta dos Fundos, foi o primeiro convidado do quadro e criou situações engraçadas. Ele está sem contrato na Globo atualmente. Será que é para Roberto Irineu se preocupar?
Fonte: Boa Informação

Felipão faz piada com “tapetão do Fluminense” na volta do CQC

Entrevista por Felipe Andreoli na volta do "CQC" nesta segunda à Band, o técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, entrou no espírito brincalhão do repórter e fez piada com o não rebaixamento do Fluminense no Brasileirão após decisão do STJD.
"Se uma escola de samba fizer um enredo em cima do Fluminense, não corre o risco de cair?", perguntou Androeli na reportagem. "Corre, mas corre o risco de... ter um tapetão aí", respondeu Felipão. O treinador fez a provocação quando foi abordado em um camarote do carnaval carioca.
Como se sabe, o Fluminense terminou o Campeonato Brasileiro entre os rebaixados à Segundona, mas foi salvo por uma decisão jurídica do Superior Tribunal de Justiça Desportiva que condenou a Portuguesa ao posto que era do Flu por conta de uma irregularidade na utilização do jogador Héverton, na última rodada do torneio. O atacante estava suspenso por acúmulo de cartões e não poderia ter atuado contra o Grêmio.
A Lusa, que havia somado um pontinho ao empatar com o Grêmio, amargou a perda de quatro pontos após julgamento, o que foi suficiente para a sua queda à Série B e a consequente volta do até então rebaixado Fluminense à elite do futebol nacional.
Daí a referência de Felipão a "tapetão", termo costumeiramente usado para se referir à decisões em tribunais esportivos que muitas vezes modificam resultados de times em campo.
Fonte: Yahoo

CQC cria ‘dispositivo’ para flagrar golpes baixos contra seus repórteres

O 'CQC' volta ao ar nesta segunda, dia 17, com uma novidade inusitada. Os repórteres do programa irão a campo armados de um 'dispositivo' especial para coibir dedadas e apertões nos testículos. As câmeras extras serão fixadas ao corpo dos produtores do programa para flagrarem esses golpes baixos cometidos por seguranças na abordagem de políticos.
“Este ano nós temos uma arma antitestículos. Não estou brincando, estou falando muito sério. Os seguranças dos políticos brasileiros apertam os testículos dos repórteres do CQCs e, às vezes, enfiam os dedos nos ânus também. É vergonhoso. É muito baixo”, revelou Marcelo Tas à coluna 'Notícias da TV'.
Marcelo contou ainda que sem esse novo recurso não era possível denunciar as represálias sofridas pelos repórteres porque a ação deles era muito rápida e não era possível registrá-la. “Não dava para mostrar na TV ou fazer denúncias porque é uma ação ninja. Até o cinegrafista conseguir virar e registrar, o cara que está fazendo isso já tirou a mão dali”, disse o apresentador.
Fonte: Yahoo

Reformulada e com novidades, atração voltou para a grade da Band na noite dessa segunda-feira (17)

A nova temporada do "CQC" estreou na noite dessa segunda-feira (17) na Band. Reformulado, o programa agora com Dani Calabresa na bancada - ao lado de Marcelo Tas e de Marco Luque - e com uma nova repórter, Naty Graciano.
Oscar Filho, que até a temporada passada estava entre os apresentadores, voltou às ruas como repórter no polêmico quadro "Proteste Já". O repórter foi até Esperantina, no Piauí, descobriu um esquema de desvio de verbas de merenda escolar e acabou apanhando.
A atração contou ainda com a estreia do quadro "Torcida VIP", comandado por Ronald Rios, em que o repórter se une a torcedores organizados para fazer brincadeiras com famosos nas ruas. O programa também contou com a participação ao vivo de Rafinha Bastos, apresentador do "Agora é Tarde". Ele entrou no programa ao lado da "Torcida VIP" do "CQC" e ainda pediu ao público que assistisse ao seu programa.
A nova repórter, Naty Graciano, agradou ao passar por uma série de desafios - tais como acompanhar jogo clássico de futebol, entrevistar a ex-RBD Dulce Maria e falar sobre sexo com Paulo Maluf - e assinou o contrato ao vivo, na bancada da atração.
Dani Calabresa mostrou que sabe apresentar, mas em duas piadas pareceu sentir-se desconfortável, como na brincadeira feita sobre seu amigo Rafael Cortez, que agora está fora do ar na Record. Um dos vídeos do quadro Top Five mostrou um repórter que aguardava para participar ao vivo de um programa. 
Ele esperou demais e quando foi chamado, acabou se revoltando e jogando o microfone. "É difícil mesmo programa ao vivo, às vezes você espera horas, dias, meses, né Rafael Cortez?", disse ela, emendando um gemido e a frase: "amo você, viu?".
A boa reestreia do "CQC" pecou ao exibir matérias de carnaval. A folia acabou há duas semanas e ver notícias antigas, mesmo que engraçadas, podem desestimular o telespectador.
Fonte: IG (O risco é nosso)

segunda-feira, 17 de março de 2014

Roteiro do @CQC - #CQC255 (o primeiro do #CQC2014)

Esqueçamos um pouco o Lepo Lepo e vamos ficar ligados no CQC!! (Ilustra by: Lina Silva)

HOJE, CQC 2014!!!

Estão prontos pra saberem do roteiro do CQC, que o Marcelo Tas postou no seu blog?
Mas antes de saberem, sabem muito bem que, como o Tas não cansa de dizer, mas diremos pra vocês: Esse roteiro é apenas guia. algumas alterações poderão acontecer durante o programa ao vivo, como imprevistos, não passarem na ordem correta ou então deixarem para o último bloco (o que acho impossível acontecer). mas... relaxem e divirtam-se. vejam aí o roteiro abaixo:

CQC 255 na Band, às 22:30 ou Após "Os Simpsons"
Para ir ao estúdio, cliquem aqui

(*) = Quadro Novo

FÉRIAS DO CQC: CARNAVAL NA BAHIA
50 x 50: FABIO PORCHAT (*)
PROTESTE JÁ: DINHEIRO PARA A EDUCAçÃO EVAPORANDO
OS PICARETAS (*)
SEM FILTRO: BRIGA DE TORCIDA (*)
ELEFANTE BRANCO: CENTRO CULTURAL NUNCA UTILIZADO (*)
OLHO X OLHO: TURISTAS GRINGOS
TORCIDA VIP: LOBÃO, BOECHAT, LÉO JAIME, MALVINO SALVADOR E JOSE ALDO (*)
COPA DO MUNDO: FELIPÃO NO CARNAVAL
SEM SAÍDA: É O TCHAN
NOVA REPÓRTER: O TESTE DE FOGO DE NATY GRACIANO
TOP 5
CQSABE: SEXO (*)
KARAOKÊ CQC: DILMA CANTA BEIJINHO NO OMBRO (*)

Continuem acompanhando a mais nova webcomic, "O Herói Explosivo"

domingo, 16 de março de 2014

"Ela tem o dom do desenho" , diz o pai de Dani Calabresa


O pai de Dani Calabresa é muito orgulhoso de todas as facetas que sua filha, que agora é a mais nova integrante bancada do CQC, possui.  No meio de uma tarde, ele a acompanhou pelos bastidores da Band e esbanjou simpatia com os colegas da loira até ser abordado por nossa equipe para uma conversa informal quando ia tomar um café. Bom contador de memórias familiares, ele entregou que as habilidades artísticas da filha vão muito além das piadas. "Desde os três anos de idade ela desenha muito bem. Ela tem o dom do desenho, assim como minha mulher e minha outra filha também possuem veia artística", conta sobre suas particularidades.

Ele confessa que, até 2006, assistiu todos os seus stand-ups - seja quantas vezes ela houvesse se apresentado. "Ela não tinha carro, eu ia levá-la em todos os lugares e ficava assistindo e esperando até irmos embora", explica como era a rotina no início da carreira no humor e o cuidado com que sempre a tratou. Entre outras histórias, o genro, Marcelo Adnet, também não foge dos elogios. "Ele é um gênio", afirma admirado sobre os textos e realizações do rapaz que entrou para a família em 2010. Depois desta tarde, não restam dúvidas de onde Dani tirou todo seu carisma... Obrigada pelo ótimo papo seu Cláudio, esperamos o senhor aqui na sede da emissora para outras excelentes conversas.

Fonte: Mundo Band

Band exibirá quadro do “CQC” que gerou controvérsia com Lobão

Quadro polêmico com Lobão será exibido no "CQC". Foto: Agnews
A Band decidiu que, mesmo sob ameaça de processo judicial, vai exibir o quadro com participação polêmica de Lobão, 56. De acordo com o site "Notícias da TV", o "Torcida Vip" será exibido logo na estreia da sétima temporada do programa.
O quadro consiste em grupo de 30 "torcedores" contratados para cantarem hinos adaptados para histórias da celebridade que participa. Lobão foi abordado por esse grupo quando saía da Band. Eles cantaram: "Pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó / Simpatizava com Lula-la / Agora caga pra geral / Tem a língua afiadaaa/ Mas afinou pro Mano Brown".
O cantor não teria gostado principalmente da parte em que Mano Brown é citado - orapper o chamou para uma "conversa de homem" após Lobão ter afirmado que osRacionais MCs eram o "braço armado" do PT. Ele ficou irritado, xingou os torcedores e ameaçou tomar o microfone do repórter Ronald Rios.
advogado de Lobão notificou a emissora de que ele não autorizava o uso de sua imagem e voz em qualquer programa do canal. Mesmo assim, a Band vai correr o risco e exibir a gravação.
Fonte: Yahoo

quarta-feira, 12 de março de 2014

‘CQC’ estreia com ‘gostosa’ no lugar de Monica Iozzi

O “CQC” retorna ao ar na Band na próxima segunda-feira (17) cheio de novidades.
Dani Calabresa substituirá Oscar Filho na bancada. Novos quadros também darão o tom à atração, que, sem Monica Iozzi —contratada pela Globo—, escolheu Naty Graciano para seu lugar.
“Ela está com o tanque cheio. Ao contrário das outras mulheres que já passaram pelo ‘CQC’, ela sabe que é gostosa e usa essa arma”, afirma o líder Marcelo Tas.
Naty ainda não foi apresentada oficialmente porque ainda tem contrato com a TV TEM, afiliada da Globo na região de Sorocaba (interior paulista).
Por enquanto, ela recebeu o apelido de “Senhora X” pelos novos colegas.
“Não podemos falar o nome dela por motivos contratuais”, disse. “Vai ser a nossa melhor estreia, a qualidade dela é altíssima e o entusiasmo é contagiante.”
Segundo Tas, a busca por um novo repórter foi longa, durou de novembro do ano passado a janeiro. “Cerca de 15 pessoas foram testadas. Uns sete excelentes, mas agora só tem espaço para um.”
Naty Graciano não foi a primeira opção do programa.
O “CQC” havia fechado com o jornalista Fred Melo Paiva, que comanda a atração “O Infiltrado”, no canal pago History Channel.
“Eu me entusiasmei muito com o Fred e para a nossa surpresa ele pediu férias antes de o programa estrear. Vimos que o comprometimento dele não era adequado. Quem desistiu dele fomos nós”, afirmou o apresentador.
“É uma pena. Gosto dele na TV paga, mas o canhão da TV aberta é mais pesado. Com a saída de Fred, entrou a Senhora X”, diverte-se.
Em sua página no Facebook, Paiva explicou de outra maneira a sua saída do “CQC”.
“Por razões pessoais e pela impossibilidade de negociar um contrato que me obrigava, entre outras coisas, à extinção de ‘O Infiltrado’, optei por recusar a proposta do ‘CQC’. Agradeço aos muitos amigos, leitores da minha coluna do Galo e fãs do ‘Infiltrad’o que me escreveram desejando sorte e sucesso na nova empreitada”, escreveu.
Iozzi na Globo
Sobre a saída de Monica Iozzi, ele brincou: “A saída dela não representa muito, porque ele não trabalhava”.
“Fiquei orgulhoso. A Monica é danada. Ela está no programa que ela mais falava mal na vida. Ela não é só uma ex-CQC, é a Monica Iozzi. A melhor coisa do ‘BBB14′ [Globo] e vai arrebentar na novela [Búu, também da Globo]“, seguiu Tas.
“O que ela fez em Brasília [no 'CQC'] foi histórico, mas em 2013 o rendimento dela foi baixíssimo. Ela teve um ano bem difícil. Mas quando falou que ia sair para fazer teatro eu pensei que ela ia fazer Shakespeare e não o ‘BBB’.”
Fonte: Agora MS

Dani Calabresa na bancada do "CQC": “Se errar, ganho um programa como o Rafinha”

Apresentadora assume posto que já foi do humorista e ironiza a volta dele à Band

Dani Calabresa assume a bancada do "CQC" na nova temporada do programa, que estreia nesta segunda-feira (17) e lembra como chegou ao posto. “Comprei um sutiã de bojo e fiz o teste da bancada, o qual passei com êxito! Estou brincando. Na verdade, quando comecei no CQC, queriam que eu fosse para a bancada, mas eu pedi para fazer reportagem, assim o público se acostumaria mais comigo e eu poderia me testar como repórter, coisa que eu não sou”, contou ela na coletiva de imprensa do programa, nesta terça-feira (11), em São Paulo.

Dani também tirou sarro sobre a responsabilidade de ocupar a cadeira e alfineta Rafinha Bastos, que deixou o posto e a emissora após piada com o filho da cantora Wanessa e está de volta à Band. “Não tenho medo de errar porque sei que vou voltar e ganhar um programa só meu, como aconteceu com o Rafinha”, disse, arrancando risos dos convidados.

A liberdade que a gente tinha na MTV a gente não vai encontrar em lugar nenhum. Então, meu lado mais brincalhona e crítica, eu deixo para os filmes"
Nas telonas
Paralelo ao programa, Dani assume seu lado atriz. Ainda este ano, ela estreia dois filmes. ”Esperança É a Última que Morre” e “Super Pai”, ambos com Dalton Melo. “A liberdade que a gente tinha na MTV a gente não vai encontrar em lugar nenhum. Então, meu lado mais brincalhona e crítica, eu deixo para os filmes.”

Fonte: IG

Diversão é palavra de ordem no CQC 2014 - diz Marcelo Tas

Programa estreia mais uma temporada renovado, com quadros diferentes e Dani Calabresa na bancada
O time do CQC já está preparado para voltar ao batente correndo atrás de políticos, celebridades e esportistas mundo afora. Após merecidas férias, na próxima segunda-feira, dia 17, ele retornam à tela da Band com novos quadros, nova identidade visual e novo cenário. 

Nesta temporada, Marcelo Tas, Marco Luque e Dani Calabresa vão apresentar o programa da bancada mais ácida e inteligente da TV brasileira. “É um grande desafio estar ao vivo na bancada, assim como fazer matéria de rua. Mesmo sendo atriz, escrevendo humor e improvisando bastante, sempre dá um frio na barriga”, confessa Calabresa.

Naty Graciano é cotada para ser a nova repórter do CQC. Ela deve entrar para o time formado por Felipe Andreoli, Mauricio Meirelles, Guga Noblat, Oscar Filho e Ronald Rios, que vão continuar viajando o mundo atrás das matérias mais malucas e inusitadas. 

Novos quadros

Em 2014, dois novos quadros se juntam aos já consagrados “Olho por Olho”, “Documento da Semana”, “Sem Saída” e “Proteste Já”, que no programa de estreia vai mostrar o caso de prefeitos acusados de desviar milhões de reais do Fundeb - “Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação”. 

No quadro “50 X 50”, uma das novidades da temporada, o repórter Mauricio Meirelles sai às ruas com uma celebridade convidada em um jogo de adivinhação e sorte. A cada resposta errada, o perdedor paga R$ 50 ao oponente. No fim do ano, o programa doará todo o montante arrecadado com a brincadeira para uma instituição de caridade. O “Cadeia de Favores” vai ajudar aos que mais precisam em todo Brasil: uma instituição, uma escola, uma creche, um asilo ou comunidade carentes de materiais, instrumentos musicais, roupas ou alimentos. Famílias, pessoas doentes e talentos no esporte que precisam de um empurrãozinho também entrarão na lista do programa.

Outra novidade é o quadro “Os Picaretas”. Nele, câmeras escondidas mostram as técnicas e truques usados por estelionatários para enganar e ganhar dinheiro ilicitamente em todo o país. No “Torcida VIP”, um bando de torcedores organizados vai abordar cantando, de surpresa, celebridades do mundo da TV, política e esporte, em situações engraçadas e constrangedoras. E o “#SemFiltro” vai mostrar crianças comentando as principais notícias, vídeos e virais da semana.

Além disso, os homens e a mulher de preto vão viajar o Brasil para mostrar todos os detalhes e bastidores dos dois maiores eventos do ano: a Copa do Mundo da FIFA 2014 e as Eleições para Presidente, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual. “Criamos quadros bem específicos e divertidos este ano; tudo a ver com a alegria do Brasil. Diversão é a palavra de ordem no CQC em 2014”, conta Marcelo Tas.

CQC vai ao ar todas segundas, às 22h30, pela Band e Rádio Bandeirantes.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Com mais presença feminina, 'CQC' começa sétima temporada

Humorístico da Band terá diálogo com telespectador por meio de aplicativo

Mais uma mulher na equipe e novos quadros
Com mais uma mulher na equipe e novos quadros, o CQC chega à sétima temporada, que começa na próxima segunda-feira (17), às 22h30, na Band, e busca fôlego para se manter no ar. "A tarefa complicada é surpreender, ver para onde o programa vai este ano", disse o apresentador Marcelo Tas em entrevista coletiva, na sede da emissora. 

Uma das marcas da atração é o foco em política e esportes, que em um ano de Copa do Mundo e eleições terão destaque ainda maior. "Temos a informação de que alguns políticos recebem treinamento para falar com a gente. E alguns jogadores esperam para dar entrevista. Uns gostam da gente, outros não. Existem até boatos de que alguns deles namoram repórteres do CQC ", brinca Tas.

Já na primeira edição de 2014, Naty Graciano, a nova integrante, não compareceu à entrevista e não dará as caras. Por motivos contratuais, porém, seus colegas  de atração só puderam citar o nome dela durante o evento. Chamada de "senhora X" pelos humoristas, ela vai começar com uma entrevista de esportes. "Vai ser na estreia. Vi a cara do (goleiro) Rogério Ceni como nunca tinha visto. A gente deveria ter mais mulheres na equipe", opina Tas. 

A mineira preencheu a vaga de Fred Melo Paiva, que rompeu com a Band às vésperas do Carnaval. "Eu estava entusiasmado com o Fred, que acompanho e gosto. Não foi ele que desistiu, nós desistimos dele. Quanto estava tudo combinado, ele pediu férias. Infelizmente, tivemos essa decepção. Não achamos adequado alguém que pede férias antes de começar. Mas não estou aqui para falar mal dele", minimiza Tas.

Além de Marco Luque, no CQC desde a estreia, em 2008, a outra ponta da bancada será ocupada por Dani Calabresa. A comediante não teme falar demais no ar, como Rafinha Bastos, que deixou a atração depois de fazer um comentário sobre a cantora Wanessa Camargo. "Não tenho medo porque sei que volto e ainda ganho um programa. Vou chegar metralhando", diverte-se Dani, que não condena o colega de emissora, hoje à frente doAgora É Tarde. "Era uma piada, ele não cometeu um crime."

O humorístico será o primeiro programa da emissora a ter uma segunda tela no aplicativo que a Band lançará gratuitamente no dia 24 de março. Nele, além de pode assistir à atração ao vivo de dispositivos móveis, os internautas vão poder classificar as reportagens exibidas, dar notas para as celebridades que aparecerão e retuitar frases ditas ao vivo. "Se a TV não entender a revolução diante dela, vai cair escada abaixo. Desde 2008, usamos o Twitter. A TV tem de dialogar com o novo telespectador, entender que ele não é só o cara da poltrona", prega Tas.
Fonte: Estadão

segunda-feira, 10 de março de 2014

Contratada da Globo, @Srta_Iozzi diz não perder estreia de “#CQC2014”

Escalada para novela da emissora, atriz confessou que deixou bons amigos no antigo emprego

Ao que parece, Monica Iozzi chegou à Globo com total liberdade. Prova disso é que ela revelou estar se programando para não perder a volta do programa “CQC” à grade da concorrente, Band.

“Quero ver os repórteres novos. Ano de eleição é o máximo de trabalho, dá para fazer muito material bom. Sei que eles já devem estar trabalhando muito. Dia 17 vou estar ligada, se não estiver trabalhando”, disse ao jornal “Folha de S.Paulo”.

A ex-repórter, aliás, garantiu que, mesmo com a sua saída da atração, ainda mantém ótimo relacionamento com o elenco. “Alguns dos meus melhores amigos estão lá”, revelou ela, que credita parte do sucesso em sua nova fase ao antigo emprego.

Atualmente na rede do ‘plimplim’, Monica faz comentários ácidos no “Big Brother Brasil 14”. Mas, já se prepara para poder fazer parte do elenco da novela “Búu”, na fila para a faixa das 19h. “Estou feliz, não ansiosa. Tem tanta coisa acontecendo. É legal dar tempo ao tempo”, avaliou.

“Mais do que mudar de emissora, eu mudei muito de função. Está sendo um aprendizado em vários sentidos. Estou gostando muito”, disse ela, que ainda está envolvida no projeto de um longa-metragem.

sábado, 8 de março de 2014

Lobão se irrita com CQC e ameaça processar a Band

Após gravar sua participação no 'Agora É Tarde', da Band, Lobão foi abordado na saída da emissora por um repórter do 'CQC' para a gravação de um novo quadro do humorístico, chamado 'Torcida VIP'. Abordando o músico de surpresa, um grupo de 'torcedores' cantou um hino de torcida de futebol adaptado para ele: "Pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó / Simpatizava com Lula-la / Agora caga pra geral / Tem a língua afiadaaa/ Mas afinou pro Mano Brown".
De acordo com a coluna 'Notícias da TV' do 'UOL', Lobão não se incomodou com as menções ao pó, nem a sua mudança de ideologia política, mas se irritou com a frase 'afinou pro Mano Brown'. Além de tentar tirar o microfone do repórter Ronald Rios, o músico o xingou e ameaçou processa a Band caso o material vá ao ar. "Mano Brown é o caralho", disse ele.
Lobão foi desafiado pelo rapper a resolver 'como homem', em maio do ano passado, uma polêmica causada por seu livro, 'Manifesto do Nada na Terra do Nunca'. Na publicação, Lobão acusou Mano Brown e os Racionais de serem "o braço armado do governo, são os anseios dos intelectuais petistas, propaganda de um comportamento seminal do PT".
Fonte: Yahoo