terça-feira, 23 de junho de 2015

Marcelo Tas reprova saída de Monica Iozzi do 'CQC' para a Globo: 'Imaturidade'


Marcelo Tas, que ficou no comando do 'CQC' durante sete anos, admitiu ter ficado chateado com a justificativa de Monica Iozzi ao se delisgar da atração na Band - atualmente apresentada por Dan Stulbach, acusado de imitar Tas. Em entrevista ao site IG nesta segunda-feira (22), ele falou sobre a saída da colega.
"A Monica saiu do 'CQC' porque disse que queria fazer coisas de mais qualidade. Aquilo me deixou chateado porque, pra mim, o 'CQC' era de qualidade. E mais que isso: o trabalho dela era de altíssima qualidade. Talvez tenha sido falta de maturidade não perceber isso. O trabalho que ela fez em Brasília influenciou o telejornalismo brasileiro. Talvez, até hoje ela não tenha percebido isso", contou o apresentador do programa "Papo de segunda", do canal GNT.
Ele também contou que não acompanha a apresentadora no comando do "Video Show",programa no qual ela tem se destacado ao lado de Otaviano Costa . "Sinceramente, não tenho assistido. Soube que ela caiu de uma cadeira e caiu bonito. Deu para ver as pernocas de palmito dela", brincou, sobre a pegadinha no "Mais Você ", de Ana Maria Braga .
Na época que Iozzi trocou de emissora, alegando que gostaria de fazer coisas com mais qualidades, Tas foi ironizou a justificativa da apresentadora: "Falei: 'Pô, Monica, você falou que queria fazer teatro e está no 'Big Brother'. Achei que você quisesse fazer Sheakespeare e você foi parar num reality'. Mas foi mais para provocar. Ela é uma garota que respeito muito, muito talentosa. Ela esteve bem na novela e acho que ela tem um futuro brilhante como atriz", opinou.
'O telespectador é um novo cara', dispara Tas
Viciado em tecnologia, ele explicou que sua saída da bancada do "CQC", da Band, tem a ver com sua relação com a internet: "Lá, no 'CQC', virei o chato falando desse assunto de internet. Demoramos 3 anos para implantar a segunda tela, com conexão com as redes sociais, porque ninguém dava atenção quando eu falava: web, web, web. Eles não acreditaram muito nisso", explicou.
"O telespectador é um novo cara, ele pode escolher que horas vai ver, pode escolher criticar e deve ser ouvido. Isso é fundamental hoje. Quem ainda não percebeu corre o risco de não estar vivo nos próximos anos", acrescentou.
Iozzi fica à frente do programa até dezembro
Apesar do sucesso estrondoso no "Video show", Iozzi já tem data certa para deixar o comando da atração. Tudo porque ela quer se dedicar à carreira de atriz: "Não vou ficar eternamente no programa. Eu já tinha outros compromissos como atriz. Gostei muito da ideia, nunca tinha feito ao vivo, mas é puxada essa dupla jornada", afirma.

Nenhum comentário: