terça-feira, 22 de setembro de 2015

Corinthians pede e CQC vai atrás de rapaz que xingou jogadores de “Macacos”

Na última semana, um um torcedor chamou, por meio de sua rede social, os jogadores Vagner Love, Elias, Malcom e Gil de macacos. O Corinthians entrou em contato com a direção do CQC, da Bandeirantes, segundo o apresentador Dan Stulbach, e o rapaz foi identificado pelo quadro “Haters” do programa.

Antes de procurar o torcedor, o repórter Juliano Dip entrevistou Malcom, um dos jogadores insultados, e o atacante afirmou que nunca havia passado por isso, mas que o acusado deveria ser punido.
“Não, pelo incrível que pareça foi a primeira vez que eu vi alguém falando “Macaco”.Mas isso não interfere em nada. Pretos ou negros, brancos todos somos iguais, somos seres humanos. Isso pra mim é crime, como é no Brasil e tem que ter uma punição nesse cara”, explicou o jovem jogador.
O suspeito, que teve o nome e o rosto preservado, cancelou todas as suas contas nas redes sociais e negou a todo momento que foi ele quem xingou os jogadores do Corinthians, e afirmou que sua página na web foi hackeada.
“Eu não (chamei). Inclusive hackearam meu Twitter”, explicou o “hater”. “Sacanagem, é que eu costumo deixar aberta a conta”, completou gaguejando, o torcedor que mora no interior de Minas Gerais.

Nenhum comentário: