quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Criador do CQC agora quer mandar no Boca Juniors

Mario Pergolini (centro) é o criador do CQC e da famosa produtora Cuatro Cabezas
Vivendo grande fase, com o título do Campeonato Argentino já assegurado e a possibilidade de conquistar a Copa Argentina nesta quarta-feira, o Boca Juniors pode ter como "chefão" em breve uma das maiores celebridades da Argentina.
Trata-se de Mario Daniel Pergolini, empresário de 51 anos conhecido por ser o criador do programa CQC, exibido no Brasil pela TV Bandeirantes. Ele foi o primeiro apresentador da atração, que foi ao ar em 1995, e lançou o estilo terno e óculos escuros, usado depois por Marcelo Tas, Dan Stulbach e cia. na programação da Band.
Dono de um império de mídia, Pergolini também é criador e dono daCuatro Cabezas, uma das maiores produtoras de televisão do mundo, com escritórios em sete países, e da rádio Vorterix, além de ser locutor e apresentador do programa ¿Cuál es?na rádio Rock & Pop, naquela que é a atração mais ouvida da Argentina na frequência FM.
Torcedor fanático do Boca, Pergolini está como candidato a vice na chapa encabeçada por Jorge Amor Ameal, empresário e advogado que já foi presidente do clube xeneize entre 2008 e 2011, e agora quer retornar ao poder.
"Seria bárbaro que Mario Pergolini trabalhasse diretamente para o clube. Tenho uma excelente relação com ele, pois sempre colaborou de todas as formas", elogiou Ameal.
O advogado é, ao lado de Daniel Angelici, o favorito para assumir a presidência boquense nas eleições do time, marcadas para 6 de dezembro. José Beraldi, que é um dos diretores mais antigos do Boca, e Victor Santa María são os outros candidatos.
Pergolini também é conhecido por ter uma rivalidade ferrenha com outro famoso apresentador de TV: Marcelo Tinelli, o "Cuervo", que é torcedor fanático do San Lorenzo e será candidato à presidência da AFA (Associação de Futebol Argentino).
Mario Pergolini CQC Torce Boca Juniors Banfield Argentino 04/12/2011
Pergolini festeja vitória do Boca em La Bombonera
Tinelli, eterno apresentador doShowmatch (espécie deDomingão do Faustão) e Pergolini, com outro programa que criou, o La TV ataca, sempre disputaram ponto a ponto da audiência argentina. A rivalidade nunca foi sadia, com muitas trocas de farpas e acusações de que o outro sempre faz de tudo pelo ibope.
No ano passado, inclusive, o criador do CQC alfinetou o "Cuervo" depois que Tinelli foi eleito como Personalidade Destacada da Cultura na Argentina.
"Ele é uma referência da televisão, e televisão é parte da cultura, claro. Mas se entendemos que o que Tinelli faz é cultura, e não ler um livro de Jorge Luis Borges, estamos em perigo", cutucou, bem ao estilo do programa que criou.

Nenhum comentário: